website statistics
Contos Eroticos ,fotos caseiras e o melhor do sexo amador

Esposa dando pro negão dotado na frente do corno

em Contos eróticos com fotos Bucetuda Gostosas Caseiras Sexlog Sexo Amador

Sílvia minha esposa não assumia, mas tinha um tesão por um cacete bem dotado. incentivei ela a experimentar um, mas a sua educação meio rígida não permitia. com muito custo consegui que ela experimentasse o vibrador(18 x 5,5cm) que comprei para ela. tentamos algumas vezes, ela chupava com ardor e depois enfiávamos na sua boceta, mas era muito grosso tentamos umas 3 vezes, mas era muito grosso e ela só aguentou uma parte, reclamando muito da grossura.
numa das fodas em que ela apenas chupou o vibrador, propus para ela que comprássemos outro, não tão grosso; meio não querendo ela deixou entender que eu podia comprar. pela internet escolhi um modelo (17x5cm), mas no momento de fazer o pedido, verifiquei outro que me pareceu mais apropriada, pois a cabeça era de 4cm e ia engrossando até chegar a 5cm (era marrom imitando o pau de um negrão); mas ao fazer o pedido os dois estavam marcados e acabei comprando os dois. quando chegou ela falou um monte, mas passados alguns dias, chupou os dois e enfiou o cacete que imitava ser de um negrão na xoxotinha e com jeitinho engoliu ele inteiro (logo na primeira vez) gozando abundantemente no cacete negro.. ele passou a ser nosso companheiro de foda e passamos a chamá-lo de “negrão” dela. ela chupava com ardor e enfiava o “seu negrão” na xota até gozar. estávamos reformando a casa do sítio e durante a semana o pedreiro ficava lá, indo embora na sexta-feira. ele era negro, alto e musculoso. naquela sexta sai mais cedo do escritório para fechar um negócio num bairro próximo de casa, e por volta de 15:00hs. com tudo resolvido resolvi ir direto para casa sem passar no escritório para evitar o trânsito da tarde; pequei minha esposa e seguimos viagem para o sítio. chegamos mais cedo do que o costume, e o pedreiro estava tomando banho para ir embora; como ele não esperava ninguém saiu do banheiro nú se enxugando. minha esposa ao vê-lo assim ficou paralisada, apenas olhando; os dois estacaram sem reação; fui chegando com as malas e ao ver a cena também parei. minha esposa é pequena, embora possua um corpo gostoso. possuí seios médios, tem uma bundinha arrebitada e cheia, e um par de coxas bem grossas. como ninguém reagia falei para a sílvia: – você não gozo num vibrador preto, porque não experimenta um pau preto de verdade…..

ela balbuciou alguma coisa como negativa, mas sem tirar os olhos do cacete negro, quer com a minha proposta deu sinal de vida, ficando levemente excitado. o pedreiro ali em pé, com a caceta enorme e minha esposa só olhando; puxei ela para o sofá e falei para ele: vem cá e dá para ela chupar….
ela n~so se fez de rogado e veio colocando a cabeçona na boca dela; ela não queria e fez menção de levantar; segureia pelos cabelos e empurrei a cabeça dela de encontro ao cacete. era um cacete imenso, e bem grosso, com uma grande cabeçona; com um pouquinho de dificuldade, a rola foi entrando na boquinha dela. era a primeira vez que ela mamava uma rola preta de verdade, e ele enfiava cada centímetro em sua boquinha. ela engolia a glande com os lábios e dava chupadas, ia lambendo todo o corpo do pênis com a língua até chegar na base. vendo que ela estava começando a participar ativamente soltei seus cabelos; ela tentou fugir e desta vez ele agarrou-a pelos cabelos e falou: – pode deixar que eu faço essa putinha engolir tudo.
mesmo sem querer , ela assustada passou a chupá-lo de acordo com os seus comando. meu pau cresceu de volume dentro de minhas calças e sentei ao lado para assistir a cena. minha esposa sugava o caralho do negrão de acordo com o ritmo que ele enfiava em sua boca. suas pequenas mãos seguravam no quadril dele a fim de tentar segurar parte do caralho para fora, mas ele impulsionava o caralho para frente enfiando quase que inteiro em sua boca, fazendo ele a engasgar. ele começou a movimentar o cacete dentro de sua boca cada vez mais rápido e gemia de prazer fodendo a boca de minha mulher! o caralho entrava quase inteiro, enchendo a bo cadela e entupindo sua garganta. após alguns minutos nessa foda ele esporrou na boca dela, uma grande quantidade de porra; Silvia engoliu uma parte, enquanto que o restante escorria pelo canto da boca. ele segurou a cabeça dela até acabar de esguichar, quando a soltou ela engasgada com a porra começou a tossir. enquanto ela se refazia ele começou a despi-la, eu ajudei e a deixamos totalmente pelada. vi os olhos gulosos do negrão contemplarem o corpo nú de minha esposa e o caralho dele voltou novamente a ir ficando duro de tesão. ele abriu suas pernas e caiu de língua na boceta de minha esposas. a língua dele era grossa, áspera e sedenta. apesar de estar pouco aà vontade com a situação, minha esposas olhou a língua grossa entrando e saindo com rapidez da sua xaninha, e começou a gemer involuntariamente. com hábeis linguadas ele começou a excitá-la cada vez mais e logo ela começou a gozar gemendo alto. eu sentado no sofá apenas assistia, com meu pau já estava querendo rasgar as calças de tão duro. minha esposa estava levando uma verdadeira surra de um negrão que ela nem sabia o nome, e ele falou pra ela: -! “vem, cá, minha putinha…tá na hora de gozar engolir esse caralho preto com essa bucetinha , tesuda!”.

ela olhou para os dois e implorou para que não fizéssemos isso com ela, que era muito grande e que ela não queria ; sem dar a importância pra suplicas dela falei pro negrão: – tá esperando o que para arrombar essa buceta..
ele sorriu satisfeito e sem se importar para os gritos e o desespero dela, abriu suas pernas, arregaçando bem a boceta e posicionou o caralhão na entrada da boceta de minha esposa. não acreditava no que via e no que estava para acontecer, mas o tesão de ver o desespero dela e aquela rola enorme prestes a fode-la não deixava a razão falar mais alto. ele falou: – “agora vou fode-la , sua puta!”. as mãos dele arreganhavam as nádegas de minha mulher e eu pude ver a bocetinha dela abrir-se lentamente e engolir o caralho negro e duro. minha esposa chorava e gemia enquanto o caralho ia sumindo em sua boceta. nunca achei que minha esposa fosse capaz de aguentar um caralho tão grande; ele empurrou o caralho devagar até as bolas encostaram na bundinha dela; ele começou então a foder com força e violência a buceta dela. minha esposa urrava e chorava no caralho do negrão; ela estava sendo literalmente arrombada e gritava a cada estocada daquela rola. minha esposa estava totalmente arreganhada, a merce daquele caralho enorme que a subjugava violentamente e eu ali ao lado apenas assitia tudo. o negro judiava dela enterrando o caralho inteiro violentamente, fazendo a cabeça tocar em seu útero e as bolas em sua bunda.: “olha sua puta como está sendo fodida por este crioulo, sua vaca! vou fazê-la engolir tudo nessa boceta!”.
ele metia fundo e xingava ela . minha mulher não aguentou muito tempo, abraçou-se bem forte no corpo dele e gozou novamente, urrando alto, ele tirou o cacete e eu pude ver a boceta dela arrombada, enquanto o excesso de porra escorria de sua boceta. sem pensar muito eu fui até o quarto peguei a vaselina e voltei até a sala onde os dois estavam largados no sofá se recuperando. comecei a lubrificar o cuzinho dela. minha esposa desfalecida não oferecia resistência alguma, sem entender o que estava acontecendo naquele momento. ele olhou e viu eu lubrificando o cuzinho dela e começou a ficar excitado, me falando: – “patrão deixa eu comer esse cuzinho gostoso; eu nunca comi um cu de branca; deixa arrombar o cu dela também….”
lambuzei bem o cu dela e passei o pote de vaselina para ele que untou o caralho já duro. falei pra ela: – . “querida ele nunca comeu um cuzinho de branca e você vai ser a primeira a levar esse caralhão preto no cu….”
ela me olhou assustada, mas sem forças ficou imóvel. o caralho do negrão estava duríssimo e parecia até maior antecipando o tesão de poder enrabar um cuzinho branco pela primeira vez.

ele colocou-se atrás de minha mulher e apontou a pica para o cuzinho já lubrificado. com as mãos segurou o quadril dela dela e começou a forçar a entrada daquele caralhão preto na sua bunda. mesmo lubrificado, o caralho entrava com dificuldade, devido ao seu tamanho. minha mulher gemia, chorava com os olhos fechados e os dentes cerrados, proferindo frases desconexas. ele fazia leves movimentos pra frente e pra trás a fim de atolar totalmente o caralho no rabo dela. a media que o cacete entrava, os gemidos de de minha mulher aumentavam. ele começou a forçar um pouco mais e ela entre gemidos, urros e lágrimas começou a gritar:
“aiiiiiiiiiii…filho da puta devagar com esse cacetão preto no meu cú …aiiiiiiiii, tá me arregaçando…”
ele continuou empurrando o caralho até entrar tudo no cuzinho de minha esposa; quando as bolas encostaram nas nádegas dela, ele parou como a dara um tempo para ela se acostumar com o volume no cu. após algum tempo ele começou com movimentos de vai e vem bem devagar e foi aumentando o ritmo, enquanto ela aumentava os gritos e os gemidos. ele sem se importar com os urros de dor dela dava estocadas firmes e vigorosas enterrando o caralho inteiro no cuzinho de minha esposa. o negrão castigava minha mulher enterrando-lhe violentamente o caralho no cuzinho. o negrão começou a acelerar os movimentos com fúria arregaçando completamente o cú dela e logo após gozou abundantemente; quando ele retirou o carlaho do cuzinho dela e pelo enorme buraco que ficou a porra começou a escorrer pela bunda dela. minha esposa arreganhada passou as mãos pela bundinha,verificando o enorme buraco de seu cú arrombado. o esperma escorria do buraco. minha esposa vendo meu pau duro caiu de boca nele e fez um boquete até eu explodir em gozo na boca dela. enquanto isso o negrão saiu e foi embora.
após minha esposa engolir toda a minha porra virou-se e me mostrou o cú completamente arrombado e chorosa falou:
– ai veja isso, o negrão filho da puta me arrombou toda, olha o meu cuzinho como está…..
me perguntou onde ele estava e respondi que ele tinha ido embora; ela me perguntou o nome dele e eu respondi: –
– sei lá, você que deu o cú pra ele e eu que vou saber o nome dele.
ela ficou quase uma semana sem sentar direito devido ao cuzinho todo esfolado e até hoje ela não sabe o nome do seu arrombador.

11 comentarios "Esposa dando pro negão dotado na frente do corno"

  1. Anônimo disse:

    Qro conhecer homens de preferência Negros super dotados, dá bainha que possa nos receber em sua casa,ou chácara eu é minha linda esposa,somos orientais eu tenho um pau pequeno duro chega 11cm e muito fino, é vamos passar uma temporada na cidade, onde vou estar a trabalho, ela não está sabendo nada que estou armando tudo, só sabe que tenho uns amigos que moram na cidade e que vão nos receber,mas ela não das ideia do que vai acontecer, ela miako tem 146altura 55kil branquinha bem cheinha mais bem distribuídos seios grandes bem duro e bem bicudos pois eu chupo muito seus seios, tem bucetona bem carnuda linda bem rosadinha e bem greluda, toda depilada apezar da buceta ser grande tem o buraquinho bem pequeno devido nc ter dado pra outro,e ainda seu cuzinho e virge, espero contato nesse número pra quem se agradar e tiver enterece preferência que sejao mais de um e todos muito bem dotados e grosso pra os dois esse contato recado 19987448694

  2. Naldo disse:

    Nossa gostei que delicia

  3. Jusci disse:

    Me chamem no zap quero mostrar o tamanho da minha benga. Vocês vão ficar doidinha de prazer. 11968116831.

  4. Louca por sexo disse:

    Ual q DLC, adoro uma boa putaria, com negão melhor ainda

    Daniela chama para nós trocar experiências

    [email protected]

  5. Beto disse:

    Quero uma rolona asim arrombando minha mulher pega na tora e coloca na bocetinha dela

  6. Cleiton disse:

    Alguém pra transar que seja putinha

  7. Daniela Sierra disse:

    Quero áudio p ficar molhadinha e mandar vários videos :3
    Whats: 49 985053327

  8. Jose Carlos de Souza disse:

    Sou moreno claro cabelos pretos e lisos , coxas grossas 167cm e um belo pau de 23cm…moro no leste de minas e tenho disposição p/ viajar amo sair com casais… faço por prazer se algum casal de M.g , E.s ou Bahia quiser uma boa transa me chame no zap 33991904388

  9. carlos gomes disse:

    Novinhas safadinhas e evangélicas safadinhas e casadas safadinhas vamos gozar gostoso no sexo virtual deixo tua bucetinha toda gozadinha 02163992308344

  10. Caçadorbomfim disse:

    Acredito q ela não vê a hora de ser arrombada de novo..rs adorei conto parabéns até deu vontade de vê sua esposinha., Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

No quarto do casal havia uma poltrona

No quarto do casal havia uma poltrona

Autoria: Val Theo No quarto do casal, quando ainda moravam lá na casa da vila, na primeira casa que eles compraram, além de uma poltrona, também havia uma rachadura. Assim, resolvi escrever sobre o dia em que a filha comentou com o pai, que o amigo da mamãe havia entrado lá no quarto deles. Ele […]

Selma e o técnico de tv

Selma e o técnico de tv

Acordei com vontade de dar a bunda e chamei esse técnico de tv aqui em meu apartamento. Foi exatamente isso. Quando acordo com vontade de dar a bunda é algo incontrolável mesmo. Sinto o ânus suado, quente e piscando. E logo ainda na cama, ao acordar. Não sei explicar esse tesão que tenho na bunda. […]

Selma Recife com dois coroas do sertão

Selma Recife com dois coroas do sertão

Para ler e escutar Acho que ainda não falei de forma enfática, mas quero abordar isso agora. Sou viciada em machos e caralhos diferentes, todo Brasil sabe, pois desde 2007 faço filmes e fotos de minhas aventuras. Aliás, meu marido quem faz os filmes e fotos, pois é um corno manso, conformado e feliz. Gosto […]

Fui arrombada no mato e gostei!

Fui arrombada no mato e gostei!

Oi amores! Sou a estéfani tenho 19 anos, moro em Santa Catarina, vou contar o que aconteceu em 2015 quando tinha 14 anos. Os nomes de terceiros vão ser mudados para não comprometer ninguém, só o meu nome é verdadeiro. Sexta feira a noite eu e minha irmã estamos no quarto, minha irmã é a […]

Africano fode o cu da minha esposa na minha frente

Africano fode o cu da minha esposa na minha frente

Bom dia a todos. Podem me chamarem do que quiserem, pois não ligo. Se quiserem me julgar, tudo bem. Se acham errado, fodam-se. Ser corno conformado foi a melhor coisa que me aconteceu até hoje. Quem acha que estou errado, pode até em casa ter uma mulher puta e nem sabe. Ainda. Pense nisso. Ou […]

Fodendo a gostosa mulher do corno

Fodendo a gostosa mulher do corno

Vou contar uma situação que aconteceu comigo quando tinha 23 anos, gosto muito de ir para interiores pois adoro o campo e fui com um amigo para sul de minas em uma cidade pequena na casa de uns parentes dele passar um feriado. Chegando lá fomo recebidos muito bem pela sua tia e tio, nos […]

Como ela aguentou isso na bunda?

Como ela aguentou isso na bunda?

Eu bem que avisei a minha esposa, que esse negócio de querer caralho muito e grande na bunda podia lascar o ânus dela. Mas palavra de corno é mesmo que nada. Na verdade, a culpa é minha. Há quatro anos pedi para ser corno. Exatamente isso. Entrei na internet e procurei o nome Selmaclub. Foi […]

Anal com cinco machos Selma e amigas

Anal com cinco machos Selma e amigas

Vejam nessas fotos as 14 camisinhas usadas por amigos nossos nesses dias. E veja as fotos dessa minha bunda e de minhas amigas, aqui em minha casa, na praia de Porto de Galinhas. E adoro marcar nessa casa com novos amigos que fazemos diariamente, pelo nosso chat. Eu e amigas estamos todas as manhãs e […]

O corno tem nojo dessa bunda

O corno tem nojo dessa bunda

Quem já viu meus contos e aventuras, com muitas fotos e filmes arriscados, sabe o quanto sou maluco por bundas. Principalmente a de esposa de amigos meus. É algo incontrolável que sinto. Principalmente as mulheres lindas, com bundas grandes e que usam calcinhas e biquínis socado no meio do rabo. Cheiro de bunda de mulher […]

Selma com dois peões sujos e dotados, na cama

Selma com dois peões sujos e dotados, na cama

Bom dia a todos. O Brasil inteiro sabe o quanto sou uma casada chifradeira. E como gosto de machos jovens e dotados, principalmente trabalhadores braçais. E meu marido sabe de tudo, claro. É o maior corno manso e conformado que existe no Brasil. Sem sombras de dúvida. Desde 2007 pediu para ser corno e hoje […]

Contos eróticos – A chifradeira de Paulista PE

Contos eróticos – A chifradeira de Paulista PE

Esse conto é uma colaboração da amiga Selma de Recife MILHARES DE AMOSTRAS DE FILMES, MEUS E DE MINHAS AMIGAS. TUDO TOTALMENTE FREE. VEJAM COMO TEM CORNOS E ESPOSAS CHIFRADEIRAS NESSE BRASIL. ACESSE: https://bit.ly/selmarecife

Conto erótico Você me chamou de dissimulado

Conto erótico Você me chamou de dissimulado

VOCÊ ME CHAMOU DE DISSIMULADO Autoria: Val Theo. Sei que você vai aproveitar essa oportunidade solene, para mais uma vez vir me dizer que eu não preciso contar nada disso. Vai me dizer que eu não preciso falar sobre o assunto nós dois juntos. Vai me dizer que eu não preciso escrever e nem falar […]

Minha primeira vez com um negro

Minha primeira vez com um negro

Meu nome é Estéfani, tenho 19 anos, sou de origem alemã moro em Santa Catarina. Tenho um conto real aqui no site, como eu transei pela primeira vez e virei garota de programa. Agora vou contar como eu transei pela primeira vez com um negro ele era da cidade de Luanda da África. Os nomes […]

Sempre quis ser corno

Sempre quis ser corno

Olá meu nome é Josué e minha esposa se chama shirley, mesmo antes de conhecer ela já tinha o fetiche de ser corno , e só fui realizar essa fantasia depois de oito anos de casados, na cama sempre fomos bem loucos e fodemos em todas as posições possíveis, pois sempre estamos olhando filmes pornos […]

Como perdi meu cabaço

Como perdi meu cabaço

Como perdi meu cabaço Oi meus amores!. Meu nome é Estéfani, tenho 19 anos, sou de origem alemã, moro em Santa Catarina. Vou contar como iniciei minha vida sexual, e me tornei uma acompanhante de luxo, (garota de programa) os nomes de terceiros que irei citar são ficticios para não comprometer ninguém. Vamos voltar a […]

A primeira vez no swing

A primeira vez no swing

Olá, Neste conto eu vou falar da minha primeira vez em uma casa de swing,tudo começou quando eu vi um anuncio no site de relacionamento que teria uma noite trans em uma casa de swing, e como eu estava de boa nesta semana e com muita vontade de transar não pensei duas vezes e decidir […]

Metendo a rola na coroa baixinha tesuda

Metendo a rola na coroa baixinha tesuda

Ola meu nome e J e tenho 19 anos, e faço faculdade em uma cidade longe da minha, quando cheguei à cidade fiquei maravilhado pelas belas mulheres que moram nessa cidade, quando fui atrás de uma casa para alugar, fiquei bobo com uma coroa gostosa que morava perto da casa que estava para alugar, mesmo […]

Conto erótico – Trepando com o chefe depois do horário

Conto erótico – Trepando com o chefe depois do horário

Meu nome é Angelica, sou loira, 1,70 alt, 56 kg, olhos verdes, cabelos longos e lisos, seios médios e durinhos, cintura fina, coxas grossas, bundinha empinada, sou fogosa e bem safadinha… Há umas três semanas comecei a trabalhar como secretaria em uma empresa de engenharia, apesar de não ter experiência, tenho muitas qualificações e o […]

Minha primeira vez no motel – Parte 2

Minha primeira vez no motel – Parte 2

Me chamo “A”, sou DJ, tinha 21 anos na época do ocorrido e morava na cidade de São Luís – Ma. Esse é meu quinto conto parte dois. Se você não leu meu conto anterior, só me mande um e-mail que prontamente irei disponibilizar os demais contos e quem sabe se conhecer. Após o chocolate […]

Minha primeira vez no motel – Parte 1

Minha primeira vez no motel – Parte 1

Me chamo “A”, sou DJ, tinha 21 anos na época do ocorrido e morava na cidade de São Luís – Ma. Esse é meu quinto conto dividido em duas partes. Se você não leu meu contos anteriores, só me mande um e-mail que prontamente irei disponibilizar os demais contos e quem sabe se conhecer. Após […]

website statistics