Contos Eroticos ,fotos caseiras e o melhor do sexo amador

peguei o trem lotado de mini saia

em Contos eróticos com fotos

peguei o trem lotado de mini saia :Oi, meu nome é Fernanda tenho 18 anos e eu moro no Rio de Janeiro, depois de contar alguns casos q aconteceram comigo ou que eu aprontei a amigos resolvi escrever aqui.
Bom, pra saberem um pouco mais de mim: Sou morena, tenho cabelos lisos castanhos com mexas loira, olhos castanhos, 1,67 de altura, 58 quilos, tenho pernas grossas, bumbum grande

, seios pequenos pra médio e a xaninha eu costumo variar, as vezes esta carequinha outras peludinha mais sempre cheirosinha.
Hoje vou contar o que acontecia comigo ano passado quando eu ia pra escola, eu moro na Zona Norte e estudava no Centro, no horário da manhã então pra não ter que pegar trânsito eu ia de trem para escola, tinha uma amiga que ia sempre comigo e tinha um garoto que ia também às vezes.
Todo dia era a mesma coisa o trem sempre vinha lotado, agente se espremia dentro dele, e todo dia tinha uns caras que passavam a mão e roçava em mim e na minha amiga.
Com o passar dos dias comecei a reparar que eram sempre os mesmo caras que faziam uma rodinha na gente e ficava se aproveitando da gente o garoto que ia com agente foi reclamar com um dos caras e acabou tomando um soco, os amigos dele ainda roubaram o dinheiro, relógio e mochila desse meu amigo. Nesse dia fiquei assustada e um deles falou pra mim que nada ia acontecer comigo nem com a Patrícia minha amiga que ia sempre comigo.
No dia seguinte eu e a Paty fomos pra escola só nos duas, pois o garoto que ia com a gente disse que não iria mais de trem pra escola, e como sempre os caras ficavam passando a mão e roçando na gente, era sempre do mesmo jeito, um cara parava atrás de mim e os outros ficavam em volta pra disfarçar o cara que ficava atrás colocava o pau pra fora e esfregava na minha bunda, ele passava a mão e apertava tambémb meu bumbum passava a mão na xaninha sempre por trás pra não chamar a atenção, eu ia sempre de calça pra escola eles só passavam a mão por cima da roupa mesmo, no começo ficava um pouco assustada mais depois fui gostando, eles colocavam papel com o numero do telefone deles no bolso da minha calça (mais eu nunca liguei), às vezes colocavam ate dinheiro o que eu não gostava era que eles gozavam em mim deixava minha calça toda suja, sempre que eu chegava na estação tinha que ir ao banheiro limpar a calça.
Era sempre na ida pra escola, por que na volta eu voltava de ônibus ou de carona e ficou assim ate o final do ano, eu e a Paty sempre íamos de trem sempre no mesmo vagão chegamos a ganhar ate calcinhas e sutiãs deles.
Então quando já estava no fim do ano a Paty teve uma idéia, ir pra escola de saia e não ir de calça como sempre a gente fazia, eu topei então combinamos as duas de ir de saia e levar a calça na mochila pra vestir quando chegasse na escola.
Eu fui de tênis branco, blusa da escola branca, saia jeans curtinha e calcinha e sutiã de renda vermelho.
Nesse dia foi a ida pra escola mais demorada da minha vida, quando entramos no trem os caras olharam pra gente e sorriram, rapidamente eles fizeram a rodinha como sempre, o cara que ficou atrás colocou o pau pra fora e ficou roçando na minha bunda, eu sentia o pau esfregando na minha calcinha, ele começou a meter a mão por de baixo da saia colocou minha calcinha de lado e ficou me alisando e enfiando o dedinho em mim, ele me abraçou forte e esfregou o pau na minha xaninha dava pra sentir ele tentando entra, quando eu sentia a cabecinha entrando eu me mexia e não deixava ele encaixar, ele tava sem camisinha e ficou bombando em mim com o pau esfregando na minha xaninha mais em meter ele gozou e me lambuzou toda fiquei toda gozada então veio outro pra trás de mim e ficou esfregando tambám ele esfregava o pau por trás e colocava a mão pela frente na minha xaninha ele chegou a meter mais eu tirei então ele ficou me tocando e roçando ate que eu gozei e ele também.
Quando chegou na estação eu soltei e fui direto pro banheiro me limpar e vestir a calça eu tava com a calcinha toda gozada, a Paty ficou com a calcinha rasgada eles também meteram nela.
Nós duas nos limpamos vestimos a calça e fomos pra escola, esse foi o ultimo dia que andamos de trem juntas pra ir a escola, foi uma viajem das mais demoradas e também das mais prazerosas.
Ate hoje tenho a calcinha gozada sem lavar, às vezes pego ela, lembro desse dia e me masturbo.

Mais putaria em https://www.musasporno.com/xvidio

9 comentarios "peguei o trem lotado de mini saia"

  1. eder disse:

    Me adiciona ai gatas posso contar o que aconteceu com minha ex fico querendo que aconteça dinovo bjo gatas do rio

  2. Jeferson Silva Castro disse:

    Me add gata 22999300393 morro em nova friburgo

  3. Jusci disse:

    Nossa ia adorar te fuder todinha também. Me chama no zap 11968116831.

  4. Miros disse:

    11942494981 chama ai

  5. Kiko disse:

    Chama no zap meninas
    37 999221197
    Kiko

  6. irineudo disse:

    Eutt safadinha deixa os caras serem felizes kkk

  7. Naldo disse:

    Adoraria conhecer vc, sou da zona norte do Rio
    21965045651

  8. carloscorno disse:

    eu ia adorar ser seu namorado ,ia tocar muita punheta vendo vc gemer na rola de outros caras ,sou o namorado perfeito pra vc .um corno punheteiro

  9. personalmelo disse:

    nossa fiquei com uma vontade de rocar em vc tbm.. rs!!1 me escreve bjocas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MINHA NEGUINHA E EU, NOSSO PRIMEIRO BANHO JUNTOS

MINHA NEGUINHA E EU, NOSSO PRIMEIRO BANHO JUNTOS

Autoria: Val Theo Aquele foi o nosso primeiro banho… Aquele foi o primeiro banho que nós dois tomamos juntos, no banheiro da casa da Neguinha. Foi numa semana que a Neguinha me contou, que ela e o marido estavam brigados, por causa do filho que se envolveu com bebidas e, estava dando trabalho. A Neguinha […]

Voltei no dia seguinte conto erotico

Voltei no dia seguinte conto erotico

UM DIA DEPOIS QUE A CELINA ME VIU COMENDO A NEGUINHA NA LAVANDERIA, EU VOLTEI NA CASA DA NEGUINHA. QUERIA MUITO SABER SE A COMADRE CELINA COMENTOU ALGO COM A NEGUINHA, SOBRE TER VISTO A GENTE FAZENDO AMOR NA LAVANDERIA.   Autoria: Val Theo   Depois do acontecido comigo e a Neguinha na lavanderia da […]

Esparadrapo no braço

Esparadrapo no braço

UM PEDAÇO DE ESPARADRAPO ESQUECIDO NO BRAÇO DA NEGUINHA, QUANDO FOI NA FARMÁCIA, QUASE QUE AQUILO FOI O FIM DE TUDO… Autoria: Val Theo   Nós marcamos de nos encontrar num hotel na semana seguinte, mas a Neguinha foi tomar injeção para não engravidar, e acabou esquecendo de tirar o esparadrapo que o farmacêutico colocou […]

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – PARTE II

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – PARTE II

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – PARTE II Autoria: Val Theo A Neguinha falava vez ou outra, quando tínhamos uma discussão de relação, que eu deveria respeitar a sua casa, contudo era a primeira a quebrar as regras, assim que eu chegava em sua casa. Naquele dia quando fui buscar essa última […]

A CLAUDETE VIZINHA DA NEGUINHA

A CLAUDETE VIZINHA DA NEGUINHA

A CLAUDETE VIZINHA DA NEGUINHA, PAROU-ME NA ESQUINA, LOGO DEPOIS QUE SAÍ DAQUELA CASA AO FAZERMOS AMOR, E VEIO ME AMEAÇAR, DIZENDO QUE IRIA CONTAR AO SEU MARIDO DELA. Autoria: Val Theo Meu chefe havia me pedido que eu fosse buscar alguns documentos da fazenda, que naquele tempo era numa cidade da Região Metropolitana de […]

O AQUECEDOR NO QUARTO DA NEGUINHA

O AQUECEDOR NO QUARTO DA NEGUINHA

O Aquecedor no quarto da neguinha – contos eroticos Autoria: Val Theo Eu e a Neguinha estávamos vivendo tempos difíceis. Nossos encontros se prendiam aos namoros, apertos e inúmeras vezes dando amassos naquela mulher, sempre de forma tão descompensada, às escondidas e fortuita na hora do almoço. Sempre arrumávamos um jeito dos beijos escondidos, em […]

A comadre Celina nos viu

A comadre Celina nos viu

A CELINA, COMADRE DA NEGUINHA, NAQUELE DIA ME VIU COMENDO A NEGUINHA, LÁ NA LAVANDERIA DA CASA ANTIGA. Autoria: Val Theo Foi um dia muito difícil. Cheguei na casa da rua do governador e logo que cheguei a Neguinha me avisou que tinha gente em sua casa. Pensei em voltar do portão. Mas quando me […]

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – I

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – I

FUI PEGAR DOAÇÕES DE ROUPAS EM SUA CASA – I Autoria: Val Theo Quase sempre, nos últimos tempos, havia uma crise séria de relação entre nós, por qualquer motivo ou por qualquer coisa que falássemos um para o outro. Tudo era motivo para guerra com essa mulher. A Neguinha, pouco estava me dando de oportunidades, […]

Era feriado do dia do funcionário público

Era feriado do dia do funcionário público

ERA FERIADO DO DIA DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO (ELA FEZ MEU PAU CRESCER COM A BOCA) Autoria: Val Theo Naquele ano de 2014, foi definida a antecipação do feriado do Dia do Funcionário público para a segunda-feira. Muitas vezes eu ficava sabendo antecipadamente, se eles iriam viajar naquele feriadão prolongado. A Neguinha não quis mesmo me […]

FUI LEVAR UM PRESENTE DE ANIVERSÁRIO PARA A NEGUINHA.

FUI LEVAR UM PRESENTE DE ANIVERSÁRIO PARA A NEGUINHA.

FUI LEVAR UM PRESENTE DE ANIVERSÁRIO PARA A NEGUINHA. De: Val Theo Era mês de março do ano de 2014. Naquele dia eu fiz questão de ir levar meu presente de aniversário para a minha Neguinha, diretamente no portão de sua casa, mesmo com riscos do marido estar em casa. Além disso, eu posso dizer, […]

O MARIDO FOI FAZER CAMINHADA NO CERET

O MARIDO FOI FAZER CAMINHADA NO CERET

O MARIDO FOI FAZER CAMINHADA NO CERET Autoria: Val Theodoro Devo confessar que as minhas idas na casa da Neguinha estavam cada vez difíceis. O marido havia saído do último emprego que estava trabalhando no Ipiranga na sua profissão de pantógrafo. Estava também em fase dos preparos da documentação para a aposentadoria e, estando em […]

Um acontecimento especial

Um acontecimento especial

UM ACONTECIMENTO ESPECIAL… QUANDO ELE FOI LEVAR A SOGRA EM JUNDIAÍ. Autoria: Val Theo Imaginem vocês, que as coisas entre nós aconteciam muitas vezes por mera casualidade ou intervenção do destino. Confesso, que sobre aquele dia, lembro-me muito bem, assim como se fosse hoje. Praticamente impossível de esquecer. Era um tempo em que além da […]

No quarto do casal havia uma poltrona

No quarto do casal havia uma poltrona

Autoria: Val Theo No quarto do casal, quando ainda moravam lá na casa da vila, na primeira casa que eles compraram, além de uma poltrona, também havia uma rachadura. Assim, resolvi escrever sobre o dia em que a filha comentou com o pai, que o amigo da mamãe havia entrado lá no quarto deles. Ele […]

Selma e o técnico de tv

Selma e o técnico de tv

Acordei com vontade de dar a bunda e chamei esse técnico de tv aqui em meu apartamento. Foi exatamente isso. Quando acordo com vontade de dar a bunda é algo incontrolável mesmo. Sinto o ânus suado, quente e piscando. E logo ainda na cama, ao acordar. Não sei explicar esse tesão que tenho na bunda. […]

Selma Recife com dois coroas do sertão

Selma Recife com dois coroas do sertão

Para ler e escutar Acho que ainda não falei de forma enfática, mas quero abordar isso agora. Sou viciada em machos e caralhos diferentes, todo Brasil sabe, pois desde 2007 faço filmes e fotos de minhas aventuras. Aliás, meu marido quem faz os filmes e fotos, pois é um corno manso, conformado e feliz. Gosto […]

Fui arrombada no mato e gostei!

Fui arrombada no mato e gostei!

Oi amores! Sou a estéfani tenho 19 anos, moro em Santa Catarina, vou contar o que aconteceu em 2015 quando tinha 14 anos. Os nomes de terceiros vão ser mudados para não comprometer ninguém, só o meu nome é verdadeiro. Sexta feira a noite eu e minha irmã estamos no quarto, minha irmã é a […]

Africano fode o cu da minha esposa na minha frente

Africano fode o cu da minha esposa na minha frente

Bom dia a todos. Podem me chamarem do que quiserem, pois não ligo. Se quiserem me julgar, tudo bem. Se acham errado, fodam-se. Ser corno conformado foi a melhor coisa que me aconteceu até hoje. Quem acha que estou errado, pode até em casa ter uma mulher puta e nem sabe. Ainda. Pense nisso. Ou […]

Fodendo a gostosa mulher do corno

Fodendo a gostosa mulher do corno

Vou contar uma situação que aconteceu comigo quando tinha 23 anos, gosto muito de ir para interiores pois adoro o campo e fui com um amigo para sul de minas em uma cidade pequena na casa de uns parentes dele passar um feriado. Chegando lá fomo recebidos muito bem pela sua tia e tio, nos […]